No Banner to display

Ex-professor hackeou Facebook e iCloud de celebridades



Vira e mexe surge um caso de celebridade que teve suas fotos intimas hackeadas, nesses casos normalmente, as fotos são obtidas através da nuvem, na maioria das vezes iCloud, através de emails ou através do próprio celular da celebridade. Para conseguir acesso as fotos, os cibercriminosos utilizam técnicas de engenharia social e phishing, para convencer a vítima a baixar e executar um vírus, acessar uma página falsa maliciosa ou até mesmo fornecer a sua senha, achando que trata-se de funcionários de uma determinada empresa como o iCloud.

Um processo chamado “The Fappening“, vem correndo na Justiça dos Estados Unidos, sobre vários vazamentos e invasões a contas de celebridades, além de vazamento de fotos e vídeos íntimos das mesmas, até agora quatro homens foram condenados por causa do The Fappening e pegaram penas entre 8 e 18 meses de prisão.

Hoje (23/10), um ex-professor da Virgínia EUA, admitiu que hackeou mais de 200 contas de Apple iCloud, Facebook e Yahoo, com o objetivo de capturar vídeos e fotos íntimas. Esse ex-professor se chama Christopher Brannan e tem 30 anos, e segundo o próprio, ele ainda hackeou a conta de sua cunhada e de professoras e estudantes do colégio Lee-Davis High School, onde ele lecionava para o ensino médio.

Segundo o ex-professor, para conseguir as senhas, ele utilizou técnicas de engenharia social e Phishing, assim ele conseguia descobrir a senha da vítima, ou a resposta secreta para redefinir a senha de acesso, teve até mesmo casos em que ele se passou por funcionário do iCloud, e convenceu a vítima a fornecer sua senha de acesso. Com acesso as contas, Christopher utilizava o software russo Elcomsoft para baixar todas as fotos e vídeos de uma só vez.

Os promotores do caso The Fappening, recomendaram que Christopher pegue uma pena de 34 meses de prisão, que deverá ser cumprido a partir de 25 de Janeiro de 2019, data essa marcada para a sentença do caso ser dada.

Apesar das celebridades serem um alvo em potencial, exatamente por serem conhecidas, esse tipo de ataque hacker também é aplicado a pessoas comuns principalmente mulheres, para se proteger desse tipo de ataque, sempre defina senhas difíceis para suas contas, no caso das respostas secretas, não utilize respostas óbvias ou diretas, tente usar algo que seja relacionado a pergunta, mas não seja diretamente a resposta, além disso, nunca clique em links recebidos via email, WhatsApp, Facebook ou qualquer outra rede social.

O que você achou dessa notícia? Comente e compartilhe ;-)!!!

Nenhum Comentário para “Ex-professor hackeou Facebook e iCloud de celebridades”

Deixe seu Comentário

Comentários Recentes

Galeria de Imagens

Ver mais imagens