Trocando Descktop por um Laptop.



Olá galera, Depois de um Fim de Seman inesquecível voltei com noticias “quentinha”…

Como é trocar um desktop por um laptop

Bom imagine que você é um usuário que não sabe muito dessas coisas de tecnologia — se você lê o Giz, não é o caso, mas imagine! O que você faria em um PC? Acessar e-mails, trocar mensagens no MSN, Orkut, usar processador de texto, ouvir música, ver suas fotos e assistir vídeos no Youtube. Daí tiramos duas conclusões: 1) sem internet, um computador de nada serve; 2) pra que um usuário médio precisaria de um computador potente?

Sim, existem muitos laptops potentes por aí. E você não paga muito a mais por isso (falaremos disso já, já). Mas que tal comprar um computador barato, que satisfaz suas necessidades e é portátil? Para que ter um trambolho que fica encostado em algum lugar na sua casa, que não pode ser levado para o banheiro (não na banheira  né), quando você poderia comprar um notebook tão bom quanto e que custa quase a mesma coisa?

PC

Ah, você não gosta de trackpad? Compre um mouse, custa uns R$20. Não curte teclado de notebook? Existem modelos com teclado parecido com o de desktops, como os Thinkpads da IBM Lenovo (foto acima). Mas eu (Felipe) também não curtia, e agora não largo meu teclado do notebook — digitar num computador desktop ficou pouco prático e até estranho.

Ou seja, a menos que você seja um gamer ou saiba montar um computador peça a peça, comprar um desktop hoje não é apenas uma decisão questionável — é uma decisão péssima.

Mas laptop não é caro?

Não é novidade que os laptops estão ficando mais baratos: segundo a IDC, o preço médio de notebooks caiu pela metade entre 2005 e 2008, passando de absurdos R$ 5.912 para razoáveis R$ 2.925. Isso tem a ver com maior demanda e redução de alguns impostos. E mesmo com esse aquecimento do mercado os desktops não acompanharam com o bom momento com a mesma intensidade: um laptop custava, em 2005, 160% a mais que um PC de mesa, em média. Em 2008, custava 80% a mais.

A diferença é ainda menor quando comparamos desktops e laptops de configurações semelhantes. Um exercício simples na loja virtual da Dell comprova: um desktop simples sai por R$2040; um laptop semelhante custa R$ 2288 — só R$ 250 a mais. (Essa é a hora que o montador de PCs diz que isso é um absurdo, que consegue fazer uma bela máquina por R$ 1.000, bla bla. Suponha que você é um consumidor médio, ok?)

Claro que certas coisas não são possíveis com um laptop. A expansibilidade, por exemplo: colocar mais memória, uma placa de rede ou um leitor de Blu-ray (coisas que aumentam a longevidade de uma máquina (diminuindo, na prática, o custo) é mais fácil em desktops. Em laptops, expansibilidade é possível só usando as portas USB. A performance de placas de vídeo e de drives ópticos geralmente é melhor num desktop. Discos rígidos de desktops são mais rápidos que em laptops — apesar de que netbooks e alguns laptops virem com drives SSD, que leem mais rápido e apresentam menos falhas que drives HDD, usados em desktops.

Mas essas diferenças perderam importância ao longo do tempo, e só devem continuar desaparecendo. Os laptops estão cada vez mais populares em grandes mercados como Europa e EUA: logo, muito da inovação voltada para PCs já é pensada antes para notebooks. Por exemplo, hoje existem boas placas de vídeo para notebooks: não ótimas, porém suficientes para reproduzir DVDs e rodar alguns jogos. E já falamos sobre chips como o Tegra, da Nvidia, projetado para reproduzir vídeos em alta definição — e voltado, entre outros, para netbooks. Chips e processadores gráficos para notebooks só devem melhorar com o tempo.

Ou seja, você não perde quase nada em trocar seu desktop por um notebook — e o que perde, é compensado por maior mobilidade e praticidade, mas Eu não troco meu descktop por nada, ainda que os Laptops as vezes  são excelentes “quebra galho”

Valeo Galera  Abraços!!!

Roberto Thiede

2 Comentários para “Trocando Descktop por um Laptop.”

Felipe

5 de outubro de 2011 ás 16:24hs

Ótima matéria, principalmente para aqueles que pensam que estes são as mesmas coisas sendo que, como você disse, a expansibilidade é mais fácil em desktops, porém não se pode pegar um desktop, arrancar da tomada e sair andando por aí. Imagina como seria!

felipe FM

2 de janeiro de 2012 ás 14:23hs

otima materia e hoje em dia o pc ta saindo mais caro do que um notebook

Deixe seu Comentário

Comentários Recentes

  • Falsão Bagaray: Olá, Mozilla não é um navegador e sim o "fa...
  • Paulo Tacio: Olá! Sim esta atualizado, liberamos o link ...
  • roberto: o curso está atualizado para 2017? Os "CD" ...
  • Anonimous: CLARO QUE DA! DEIXA DE SER IGNORANTE.. É ...
  • Elocard: O meu aparece vários: adaptador Ethernet E...

Galeria de Imagens

Ver mais imagens