Sistema de votação eletrônico da Suíça tinha falha grave



Desde que os sistemas de votação eletrônicos foram adotados, uma pergunta que sempre vem a tona é “Será que esses sistemas realmente são seguros?”. Como todos sabemos ou deveríamos saber, nenhum sistema computacional é 100% seguro, como sempre digo aqui no Mundo Dos Hackers, por mais que um sistema não possua nenhuma falha de segurança em um primeiro momento, haverá um dia em que novas funcionalidades e recursos serão adicionadas a esse sistema e então uma falha pode estar presente nas novas linhas de códigos adicionadas, resumindo, se hoje não há nenhuma falha, não quer dizer que nunca terá nenhuma falha, é questão de tempo para uma vulnerabilidade aparecer.

Aqui no Brasil as urnas eletrônicas são testadas a cada ano que ocorrerá uma eleição, porém poucos sabem que não é apenas através das urnas eletrônicas que um invasor poderia ter acesso aos votos, a urna eletrônica é o “computador” que os eleitores usam para depositar o seu voto, mas até esse voto chegar aos servidores do TSE para a contagem dos votos, a todo um caminho físico e digital que pode ser interceptado e explorado por invasores, caminhos esses que não podem ser “testados” pelos pesquisadores de segurança durante os testes do TSE.

Essa polêmica com a segurança das urnas e sistemas eletrônicos de votação não é algo exclusivo do Brasil, hoje diversos países utilizam esses sistemas como principal meio para que seus habitantes votem em seus candidatos, e como já era de se esperar, pesquisadores desses países também procuram por falhas nesses sistemas.

Recentemente um pesquisador chamado Rolf Haenni da Universidade de Ciências Plicadas de Berna, descobriu uma falha de segurança crítica no sistema eletrônico de votação da Suíça, segundo o pesquisador e a empresa de segurança ESET, a falha permitia com que invasores tivessem acesso local as urnas e manipulassem os votos emitidos pela mesma, de acordo com a ESET: “O problema estava no sistema criptográfico que é responsável por verificar que os votos emitidos sejam os mesmos que os relatados, já que, segundo os pesquisadores, o sistema criptográfico é fraco e poderia permitir alterar os votos.

A falha de segurança foi confirmado pela Swiss Post, que é o grupo responsável pelos sistemas eletrônicos de votação na Suíça. Logo que a falha foi descoberta os sistemas foram atualizados e a falha foi corrigida pelos responsáveis.

Eae o que você achou dessa falha de segurança no sistema eletrônico de votação da Suíça? Deixe seu comentário abaixo ;-)!!!

1 Comentário para “Sistema de votação eletrônico da Suíça tinha falha grave”

camilo

20 de Março de 2019 ás 6:38hs

Aqui nessas eleições no Brasil surgiu muitos rumores de alteração nos votos, e teve várias informações de que eram fake news e inclusive, não me recordo agora, um senhor na área de segurança havia dito que estava de “olho” nessas eleições e que poderia haver alterações nas urnas eletrônicas, o que o TRE negou. Não duvido nada, os sistemas estão a cada dia evoluindo e os aparelhos eletrônicos lidam com energia e a energia é um fluxo continuo que se movimenta silenciosamente. Muito bom o tópico, Parabéns!

Deixe seu Comentário

Comentários Recentes

  • Jailson: Oi amigo vc pode me ensina ou ajuda mesmo p...
  • Fabiano Junio: Boa noite, gostaria de montar seu projeto, ...
  • Sorriso :D: Como a própria publicação fala, para tornar...
  • Valnei: Clonei o whatsapp como na descrição, porem...
  • raphael: Eu testei ele pega o IP de conexão que o pr...

Galeria de Imagens

Ver mais imagens