O maior hacking da história



A China é hoje uma das maiores potências tecnológicas do mundo, com empresas encarregadas de fabricar e montar desde placas de circuito até microcontroladores e transistores, que são utilizados desde em placas mãe até smartphones, mas vamos pensar um pouco, e se por acaso uma dessas empresas que fabricam componentes e montam dispositivos resolvesse implantar um hack nas placas ou dispositivos, para coletar ou desviar dados?

Não é a primeira vez que esse assunto vem a tona, no ano passado, houve uma notícias de que montadoras de computadores e até mesmo roteadores, estariam montando os dispositivos com hardwares e softwares maliciosos, com a finalidade de monitorar o que grandes empresas e até mesmo governos estaria fazendo, afinal, é muito mais fácil para uma empresa que fornece os computadores e dispositivos para um governo implementar um hack de vigilância, do que um hacker tentar invadir o mesmo computador ou servidor remotamente via internet, tendo que passar por diversos programas de segurança como Firewall, Antivírus, etc. Eu sei que isso até parece com cena de filme, mas acredite, é mais comum do que você imagina.

Durante essa semana o site Bloomberg Businessweek fez um relatório de denúncia, afirmando que o governo Chinês junto com a Supermicro, teriam feito o maior hacking de hardware da história. Caso você não saiba a Supermicro é uma das maiores fabricantes de placas mãe do mundo, para você ter uma ideia do quão grande é a Supermicro, ela é conhecida por ser a “Microsoft” do hardware mundial.

Segundo a Bloomberg, uma unidade militar chinesa teria desenvolvido um micro chip espião do tamanho de um grão de arroz, e encaminhado eles para fabricas chinesas que abasteciam a Supermicro, que por sua vez implantava o chip nas placas mãe utilizadas em servidores. Se esse hacking for realmente verdade, estamos falando de uma possível invasão a servidores de empresas gigantes como Apple, Amazon, dentre outras, isso sem falar em governos como o dos EUA, que utilizam as placas mãe fabricadas pela Supermicro em seus servidores.

O relatório ainda afirma que até o momento não há indícios de que dados das empresas e de seus usuários tenham sido comprometidos, no entanto também afirma que tanto a Amazon quanto a Apple sabem sobre o ataque, e já teriam contatado as autoridades cabíveis, além de estarem trabalhando internamente para identificar e remover as placas comprometidas pelo chip espião. Por outro lado tanto a Apple quanto a Amazon, afirmam desconhecer o ataque hacker Chinês, e que também nunca encontraram nenhum chip espião em seus servidores.

Sendo verdade ou não, esse tipo de ataque hacker é preocupante, já que uma invasão a nível de hardware é muito mais complexa de ser detectada e eliminada do que uma invasão via software ou rede, obviamente financiadores e interessados nesse tipo de invasão é o que não falta.

Gostou dessa notícia? Então comente e compartilhe ;-)!

 

Nenhum Comentário para “O maior hacking da história”

Deixe seu Comentário

Comentários Recentes

  • Elissandra: Alguem pode me ajudar. Ontem a amiga do meu...
  • Leandro: Ola parabéns, Estou com vcs nessa luta m...
  • patrick: gostaria de saber como faço para descobrir ...
  • Vera Vieira: Podia ter para o j8...
  • Paulo Tacio: Como o malware que esta no cabo explora fal...

Galeria de Imagens

Ver mais imagens