Curso de Hacker Mundo Dos Hackers

O Brasil lidera lista de países que sofrem ataque Phishing



Os ataques do tipo Phishing consistem em enviar uma mensagem falsa para a vítima, induzindo-a a acessar um determinado site ou até mesmo a baixar e executar um arquivo malicioso, com isso, é possível desde obter informações pessoais da vítima como CPF, RG, nome, endereço, etc, até login e senha ou uma invasão ao computador da vítima, por isso o nome dessa técnica de invasão é Phishing, que faz uma analogia a “pescar” informações da vítima. Para convencer as vítimas a acessarem um link, os cibercriminoso utilizam a boa e velha engenharia social, taxando as mensagens enviadas com assuntos que vão desde premiações em dinheiro, promoções de produtos e até dividas que nem se quer existem.

Hoje em dia o Phishing é uma das técnicas hacker mais utilizadas em todo o mundo, tendo como vítima até mesmo grandes corporações, governos e até mesmo agências de segurança e exércitos, mas o principal foco dos cibercriminosos sempre é o usuário doméstico, por ser menos provido de conhecimento na área de segurança da informação, cedendo assim a curiosidade e clicando em qualquer link que recebe, mas qual será o país que mais sofre ataques de Phishing no mundo?

De acordo com uma pesquisa recente feita pelo analista sênior de malwares da Kaspersky Lab, Fabio Assolini, o nosso Brasilzão é o país que mais sofre ataques do tipo phishing em todo mundo. Para você ter uma ideia, só no ano passado (2017) 30% dos internautas brasileiros sofreram ao menos uma tentativa de golpe provido de phishing, esse ano de 2018 nem se quer acabou e o numero de tentativas já esta em 23%.

Segundo a pesquisa, o Brasil é o país que mais sofre esse tipo de ataque, por conta da ingenuidade dos usuários aliada a falta de informação e conhecimento sobre esses ataques, além disso a pesquisa afirma que 60% dos ataques usam mensagens falsas de bancos, com o objetivo de obter credênciais de Internet Banking das vítimas. Outro ponto citado pelo analista da Kaspersky é que além de utilizar o email como forma de propagação dos ataques phishing, os cibercriminosos hoje em dia utilizam mais mensagens SMS, Google, WhatsApp, Facebook e outras redes sociais, isso é devido a facilidade em conseguir alvos em redes sociais, além de ser fácil publicar a mensagem falsa.

Tudo indica que ataques do tipo Phishing só tende a crescer, já que hoje em dia é muito fácil comprar um domínio na internet, hospedar um site falso e até mesmo comprar um certificado legitimo para deixar o cadeado de “segurança” no site falso, com isso, sites falsos podem ser criados ao montes para fins variados e serem utilizados nos ataques phishing.

Para se proteger desse tipo de ataque sempre evite clicar em links de remetentes desconhecidos, e mesmo que você conheça e confie no remetente de uma mensagem, pense duas vezes antes de acessar um link, se você quer verificar a autenticidade de uma promoção acesse o site oficial da empresa, lembrando que no caso de cobranças de dividas ou solicitação de dados bancários, os bancos nunca utilizam email e muito menos redes sociais para comunicar seus clientes. Muitas pessoas conhecem o risco dessas mensagens falsas e mesmo assim clicam em links desconhecidos por curiosidade e por achar que não tem nada a perder, mas pense bem, por mais que você tenha um antivírus instalado em seu celular ou computador, ele por si só não garante que o seu sistema não seja invadido, além disso, um simples acesso que você dê ao site do cibercriminoso, já pode gerar uma renda para o mesmo através de publicidade.

Gostou dessa matéria? Então comente e compartilhe ;-)!!!

Nenhum Comentário para “O Brasil lidera lista de países que sofrem ataque Phishing”

Deixe seu Comentário

Comentários Recentes

Galeria de Imagens

Ver mais imagens