Nova versão do Kernel Linux



LinuxSe você acha que apenas a Microsoft e a Apple fazem atualizações de segurança para os seus Sistemas Operacionais (Windows, MAC), você esta enganado, não é porque o Linux é livre, que ele será largado a sorte, ao contrário, por ser livre e opensource, as vulnerabilidades do Linux são encontradas com mais facilidade, logo também são corrigidas com mais facilidade e rapidez. Para você ter uma idéia do quão é forte a comunidade Linux, alguns pesquisadores encontram vulnerabilidades no Kernel Linux, e esses mesmos pesquisadores se interessam em ajudar a comunidade e desenvolvem eles mesmos patches para correção da vulnerabilidade.

Na semana passada (20/10) uma nova versão estável do Kernel Linux foi lançada.

Essa nova versão (Linux 2.6.36) trás novidades e correções para a segurança do SO, dentre elas estão 4 patches relacionadas ao projeto TOMOYO Linux, que trata-se de um módulo de segurança responsável por restringir o acesso de programas aos recursos do sistema.

Para obter maiores informações sobre a nova versão do Linux, acesse o site da Kernel Newbies.

10 Comentários para “Nova versão do Kernel Linux”

Bockets

25 de outubro de 2010 ás 21:52hs

Ai o Paulo Tacio, queria lhe fazer um pedido.
Quando eles descobrem uma falha e publicam sobre ela geralmente é em inglês e de uma linguagem de difícil compreensão, e eu já estou de saco cheio do Google Tradutor bugar e mostrar tudo errado (Já que não sou bom em Inglês), intaum é o seguinte oq eu acho que vc pegue os textos sobre as vulnerabilidade explique-as!

    26 de outubro de 2010 ás 13:25hs

    Obrigado pela sugestão, nas próximas notícias eu irei sim falar mais sobre a correção, porém não irei fazer uma cobertura completa da vulnerabilidade, correção e do relatório de segurança, porque ai o post ficaria muitoooooooooo extenso.

    Abração!!!

      Roberisvaldo

      28 de outubro de 2010 ás 17:10hs

      se vc usar o google chrome ele traduz o texto para vc.

      abraço.

        29 de outubro de 2010 ás 13:10hs

        Valeuu pela dica Roberisvaldo.

        Abração!!!

orion

31 de outubro de 2010 ás 8:21hs

ainda bem que o linux é mais rapido nas atualizações, não é verdade? muito bom o post paulo!!!!

Paulinho Cariri

9 de novembro de 2010 ás 21:08hs

Não sei pq vcs falam que as vulnerabilidades do linux são encontradas facilmente, apesar de opensource ele é mais robusto q windows e mac juntos, caso contrário não seria usado em bancos, no governo federal e estadual e em muitos outros orgãos e empresas de grande porte, é mais eficaz na invasão de redes wireless e capaz de muitas outras façanhas, o problema é a falta de informação por meio de muitos…. bem, não sou um usuário xiita, cego pelo linux… ainda sou usuário windows, porém com um hd com um pedacinho usado para linux, não estou dizendo q ele é intransponível, só é mais rápido em se proteger.

Obrigado pelo espaço e pelo belo trabalho feito aqui.

    9 de novembro de 2010 ás 23:21hs

    Então Paulinho …. Quando eu disse que as vulnerabilidades no Linux são encontradas com mais facilidade, eu quis dizer que o fato dele ser open source ajuda e muito na descoberta de falhas, e como a maioria dos programadores que mexem no código do Linux são fãs e colaboradores do mesmo, eles avisam o responsável pela distribuição ou até mesmo o Linus caso a falha seja no Kernel e o mesmo pode fazer a correção rapidamente, isso é um benefício enorme.

    Aproveitando o assunto, em breve estarei postando mais vídeo aulas do Curso de Linux Gratuito, aguardem!!!

    Abração!!!

      Rafael

      9 de janeiro de 2011 ás 13:00hs

      Eu usava o Windows por muitos anos, e já encontrei umas 34 Vulnerabilidades, pensei em avisar a Microsoft, fui no site, achei algo com Suporte, Acessei e cliquei em um link relacionado a Bugs, achei que tinha achado um meio de relatar a Microsoft, mais me enganei, só tinha perguntas bobas que não levavam a nada, cheguei a links em inglês e nada. Enviei um E-mail pra Microsoft falando sobre o Bug. Depois de alguns dias, recebi respostas, eles pediram o código de licença (Nuss n sei pra que!), respondi, ai eles perguntaram o que eu queria (Aff, eu já tinha dito no 1 E-mail), tá escrevi tudo denovo, e por fim recebi outra resposta, e fiquei surpreso. Me enviaram os Termos de Uso e Licença Copyright da Microsoft e me ameaçaram de eu estar desrespeitando-as e que eu poderia ser preso por visualizar o código do Windows. Por fim, mandei um palavrão de muito baixo calão de raiva que fiquei, se a Microsoft não dá suporte a quem quer ajudar, então ela não deve dar importância alguma aos usuários mal-intencionados. Alem disso nem mexi na porcaria do código do Windows, descobri criando um protejo em Visual Basic e notei que era possível de um geito fácil elevar os privilégios do programa, ignorando a senha de administrador. Até hoje não foi resolvido, se a Microsoft não quer a justa ajuda dos usuários, ela que se vire! Linux FOREVER!

        9 de janeiro de 2011 ás 13:52hs

        Realmente há um enorme desinteresse por parte da Microsoft em questão a pesquisas de bugs, e nisso tudo, todos tendem a perder, empresa e usuários.

        Hoje em dia vemos empresas como a Google, que até da uma recompensa para quem encontrar falhas no chorme e em seu sites, é a partir dai que vemos ações profissionais, no qual se preocupam com os seus softwares e também com os usuários e ações de total descaso, aonde a empresa se preocupa apenas em lucrar.

        Valeu Rafael por compartilhar a sua experiência!!!

Deixe seu Comentário

Comentários Recentes

  • Paulo Tacio: Olá! Sim esta atualizado, liberamos o link ...
  • roberto: o curso está atualizado para 2017? Os "CD" ...
  • Anonimous: CLARO QUE DA! DEIXA DE SER IGNORANTE.. É ...
  • Elocard: O meu aparece vários: adaptador Ethernet E...
  • Paulo Tacio: Sim, vale a pena e sim aprende segurança e ...

Galeria de Imagens

Ver mais imagens