[Linux, bem mais que um pinguim!] Conceitos básicos



Muitos usuários do Mundo dos Hackers estavam pedindo conteúdo sobre LinuxLinux, então eu resolvi criar esse quadro “Linux, bem mais que um pinguim“.

Nesse quadro eu estarei postando algumas matérias, tutoriais, curiosidades e notícias sobre Linux, software livre e licenças de softwares, para que vocês entendam um pouco mais sobre esse mundo free.

E outra novidade que também vai vir por ai é o Curso de Linux gratuito do Mundo Dos Hackers, aonde eu vou passar para vocês em vídeo aulas, algumas coisas básicas sobre Linux.

Para começar do começo :D, nesse primeiro “Linux, bem mais que um pinguim” nós vamos ver um pouco dos conceitos básicos de Linux, como:

Quem é Linux?

Quem criou o Linux?

Versões Linux?

Então vamos parar de enrolação e vamos lá!

quem e linux

Acreditem, hoje em dia muitas pessoas, principalmente os Info leigos (leigos em informática) acham que Linux é um pinguim, e nós não podemos culpar eles por isso, e nem a inclusão digital, ou melhor, a inclusão digital agente pode culpar um pouco sim, mas a questão, é que esses info leitos quando entram para o mundo da informática, estão pensando apenas em Orkut, MSN e Twitter, e não tem ninguém para instrui-los e mostrar o que realmente é a informática. Nos casos da inclusão digital, as pessoas que estão desenvolvendo esse projeto deveriam mostrar realmente a Informática e não a Internet, mas em fim.

Linux, para quem ainda não sabe, é um Sistema Operacional de múltiplas tarefas como Windows e MAC, baseado no sistema Unix, sob licença GNU ou GPL (General Public License ou Licença Pública Geral), e esta exatamente nessa licença, um dos motivos, do Linux ser o sucesso em crescimento que ele é hoje. Pelo fato do Linux estar sob a licença GNU, ele é caracterizado um software livre e deve por obrigação disponibilizar o seu código fonte para possíveis melhorias, que podem ser feitas por qualquer um que tenha capacidade para isso é claro, como um programador. Resumindo tudo isso, o Linux é um sistema operacional gratuito e open source, que pode ser usado e alterado por qualquer um, o que é bem diferente do Windows e MAC.

Além de tudo isso, o Linux também é um sistema operacional que se destaca no quesito redes e segurança. Em questão as redes, o Linux se da muito bem, pois ele já foi programado pensando em interpretação e comportamento em redes de computadores, ele sabe o que é e como agir. Já na questão da segurança, o Linux é um destaque pelo fato de não ser muito usado por usuários domésticos, ou seja, pelo fato do Windows dominar o mercado de sistemas operacionais, os Hackers e Crackers criam muito mais vírus para Windows do que para Linux.

Hoje em dia existem muitos Linux fãs boys, pessoas que admiram, gostam e seguem esse projeto, e essa comunidade, na maior parte são pessoas com conhecimento no mínimo intermediário em informática, profissionais em TI, Hackers, professores e estudantes em informática ou programação, na menor parte estão os curiosos, e na ainda menor parte, mas bem menor mesmo, estão os que acham que Linux é um pinguim ou os que usam Linux porque acham chique. No grupo dos Linux fãs boys tem os que são xiitas, e os que são modernos. Resumindo os xiitas acham que o Linux é o melhor, que Windows é um lixo e que MAC é sistema operacional de viadinho, já os modernos, admitem que o Linux ainda tem muito a melhorar, que o Windows, principalmente o Windows 7 realmente da um banho no Linux em questão de usuários domésticos e que o MAC OS é um sistema operacional voltado para áudio, vídeo e imagem, e exerce suas funções muito bem.

Bom, esse é o Linux, agora pelo amor de Deus nunca mais falem que Linux é um pinguim :D!

quem criou o linux

LinusO Linux foi criado pelo finlandês Linus Torvalds, que na época era do departamento de Ciência da Computação da universidade de Helsinki, Finlândia. Inicialmente o Linus começou a desenvolver o kernel Linux como um projeto particular, inspirado no Minix, que era um pequeno sistema Unix, a principio sua idéia era criar um minix melhorado. Depois de algum tempo, o Linus resolveu obter ajuda para continuar o projeto (Linux), e enviou a seguinte mensagem para a comp.os.minix:

“Você suspira pelos bons tempos do Minix-1.1, quando os homens eram homens e escreviam seus próprios “device drivers”?[nota 1] Você está sem um bom projecto em mãos e deseja trabalhar num S.O. que possa modificar de acordo com as suas necessidades? Acha frustrante quando tudo funciona no Minix? Chega de noite ao computador para conseguir que os programas funcionem? Então esta mensagem pode ser exactamente para você. Como eu mencionei há um mês atrás, estou trabalhando numa versão independente de um S.O. similar ao Minix para computadores AT-386. Ele está, finalmente, próximo do estado em que poderá ser utilizado (embora possa não ser o que você espera), e eu estou disposto a disponibilizar o código-fonte para ampla distribuição. Ele está na versão 0.02… contudo eu tive sucesso ao executar bash, gcc, gnu-make, gnu-sed, compressão etc. nele.”

No dia 5 de outubro de 1991 o Linus anunciou a primeira versão oficial do Linux, a versão 0.02, nessa época apenas programadores ou quem tinha conhecimentos avançados em informática usava o Linux, até porque, não havia interface gráfica, o Linux era movido por comandos. Depois da primeira versão oficial do Linux, o Linus manteve o projeto, melhorando o Linux com a ajuda de programadores, e até hoje o Linux ainda é melhorado e melhorado.

versoes linux

Hoje em dia existem muitas versões Linux, eu me arrisco até dizer que existem versões para todos os gostos. Tem versão para usuários domésticos, versão para usuários que além de domésticos são info leigos, versão para hackers, versão para servidores, versão para programadores e por ai vai. Dentre todas as versões, as mais conhecidas e usadas são:

Ubuntu (download, ou compre no MH)

O Ubuntu é hoje a versão Linux mais utilizada pelos brasileiros, e realmente é uma das melhores versões Linux existente. A cada nova versão do Ubuntu, ele é melhorado e fica cada vez mais utilizável para usuários domésticos, um bom exemplo disso, é opção do usuário poder instalar um pacote clicando duas vezes, como se fosse um executável, ao invés de ter que digitar comandos.

Mandriva (download)

O Mandriva pode até não ser muito conhecido pelos brasileiros, mas é também é uma das melhores versões Linux.

Fedora (download)

O Fedora talvez seja mais conhecido que o mandriva. É uma excelente versão Linux, mas entre mandriva e fedora eu prefiro o mandriva.

Kurumin (download ou compre no MH)

O Kurumin foi um projeto do pessoal do Guia do Hardware que se manteve até o ano passado (2008). Em suas primeiras versões o Kurumin era baseado em Debian, depois da versão 7, o projeto Kurumin passou por algumas dificuldades, voltou com uma versão baseada em Ubuntu (Kurumin NG), essa versão durou ainda menos que a 7, mais tarde os idealizadores do Kurumin resolveram acabar com o projeto.

RedHat (download)

Essa versão Linux é mais usada por empresas, principalmente empresas de hospedagem. O RedHat é uma ótima versão para servidores.

BackTrack (download ou compre no MH)

O BackTrack é conhecido como a versão Linux para Hackers, isso deve-se as inúmeras ferramentas de invasão que ele possui. É muito mais fácil já ter um Linux com as ferramentas de invasão instaladas do que ter que instalar todos os pacotes e configura-los corretamente.

Bom, pessoal, nesse primeiro “Linux, bem mais que um piguim” eu vou abordar apenas esses temas, para não ficar muito chato. Nos próximos Linux, bem mais que um pinguim eu falo sobre outros temas ou até mesmo já começamos com tutoriais!

Deixem suas dúvidas, perguntas e sugestões, eu irei responder todas elas aqui na página de comentários, ou farei um post com todas as perguntas e as respostas!

32 Comentários para “[Linux, bem mais que um pinguim!] Conceitos básicos”

15 de dezembro de 2009 ás 23:41hs

Profissionais em TI, Hackers, ops Paulo eu acho que não tem nenuma diferença entre eles não. Ou tem?
HAHAHA Minix, Unix e Linux me lembra em XXX.
Outra coisa no Back Track 3, existem muitas ferramentas em console, afinal o melhor jeito de fazer o Penetration Test e pelos consoles.
Nesse curso que você ira fazer eu te pesso para que aborde, que se possivel todas ferramentas contidas nesse maravilhoso S.O. Ou pelo menos as ferramentas mais complexas. Para que o curso fique bem bom igual ao outro.

    15 de dezembro de 2009 ás 23:45hs

    Nem todos profissionais em TI são e/ou se consideram Hackers, e o pessoal também não sabe que existem profissionais em TI que são Hackers!

    Quanto ao Curso, eu vou falar sobre grande parte das ferramentas sim!

daniel

23 de dezembro de 2009 ás 8:41hs

Paulo seria bom se voçe botasse o download das video aulas

Gereba

24 de dezembro de 2009 ás 21:20hs

Eu conheci profissionais em TI que não sabiam o que era o IIS do windows.

GEOVANNE

28 de dezembro de 2009 ás 19:35hs

Muito bom sei muito pouco sobre linux mas no mh
vou aprender muito sobre esse assunto valeu mh

11 de janeiro de 2010 ás 20:16hs

Paulo se eu nao estou enganado acho que vc esqueceu do SUSE Linux.

    11 de janeiro de 2010 ás 20:57hs

    É que eu coloquei os mais conhecidos e usados, mas também fica ai a dica do Wendel:

    SUSE Linux que é uma versão Linux muito boa e também muito usada em servidores.

    Download: http://www.novell.com/linux/

juliana

8 de fevereiro de 2010 ás 8:27hs

por favor sou leiga no assunto mas gostaria de uma ajuda se possivel para instalar ubuntu, obrigado

Romeu

20 de fevereiro de 2010 ás 23:39hs

Bacana ok vc tá fazendo ,a sabedoria só tem sentido se ela for passada,gostei da palestra e não vejo a hora de começar as outras .

Gvaert

4 de maio de 2010 ás 10:42hs

Legal iniciativas. Cada vez que leio e pesquiso neste site fico mais vezes ligado nele… continue assim e sucesso!!!!!

Ps.: Já estar em meus favoritos.

4 de maio de 2010 ás 14:08hs

Gvaert aki ja deixei o site como pagina inicial xD

Dino

17 de outubro de 2010 ás 23:21hs

Paulo, é por iniciativa como a sua que a
internet é o grande filão da humanidade,
descobrindo o passado,vivendo o presente
e prevendo o futuro.

Grande meu amigo.
Continue assim….

Abraços.

    18 de outubro de 2010 ás 12:12hs

    Valeuuu Dino, é por causa de usuários ativos e com força de vontade como você que a internet também se torna um lugar cada vez melhor.

    Abração!!!

sillas

18 de novembro de 2010 ás 15:04hs

Gostei do tutorial Paulo Tácio, conheço o ubuntu 10.04, mandriva 2010, kurumin, estou querendo esperimentar o kubuntu e o black track, mais primeiro quero criar uma maquina virtual. Só que eu quero esperimentar essa maquina virtual no mandriva 2010 e o virtual box eu já instalei aqui, só que não tenho uma imagen iso, tem como eu istalar o ashampoo burning studio 2010 no mandriva? para eu poder criar uma imagen iso? valeu cara obrigado, abraços!!!

    18 de novembro de 2010 ás 19:43hs

    Então Sillas, para você criar uma imagem do Mandriva, basta você usar algum programa que gere imagens a partir de um CD como o Alcohol 120%, para isso, basta você instalar o Alcohol no seu Windows, colocar o CD do Mandriva, abrir o Alcohol e clicar em “Assistente para criação de imagem“.

    Abração!!!

sillas

20 de novembro de 2010 ás 0:46hs

Olá Paulo Tácio, cara eu naõ quero criar uma imagem do mandriva naõ… Eu quero criar uma imagem para eu rodar no mandriva. Quero rodar outros sistemas operacionais através do virtual box que esta instalado no mandriva. Valew fera…

    21 de novembro de 2010 ás 11:58hs

    Aaa sim, entendi. O Linux tem um criador de imagens nativo, para usa-lo basta dar o seguinte comando no terminal:

    dd if=/dev/sd1 of=/imagem.iso bs=2048

    Lembrando que o o “sd1” corresponde ao drive de CD/DVD, portanto altere de acordo com o seu drive.

    Em breve eu estarei fazendo uma vídeo aula mostrando como usar o DD no Linux.

    Abração!!!

24 de junho de 2011 ás 16:35hs

Ola Paulo gostei muito deste seu post sobre versões Linux.
Criei uma pagina de Internet no meu TCC e esse seu poste encaixa com um dos temas desta minha pagina,não vi nenhuma autorização nem restrição para copiar o conteúdo deste post me envia uma resposta se possível autorizando ou não esta copia deste material.
Não sei se você faz questão ou não mas se você autorizar seu nome será citado como o autor deste artigo.
Desde obrigado.

    24 de junho de 2011 ás 17:33hs

    Pode copiar esse post, mas não deixe de colocar os créditos.

    Abração e boa sorte com o seu trabalho!

glauco

27 de setembro de 2011 ás 17:09hs

Ai, Paulo ta faltando o Slackware, LINUX para quem realmente quer conhecer o LINUX.

    27 de setembro de 2011 ás 19:09hs

    É verdade, postarei em breve algo sobre o Slackware, valeu pela sugestão.

    Abração!!!

felipe1

20 de dezembro de 2011 ás 11:01hs

cara mais em falar de rapidez leveza e boa interface ele o ubuntu11.10 e 11.04 ganha com folga do windows 8 e em questão de vírus como o mac não foi tão bem programado para segurança ele ganha do mac a e o linux é impossive fazer um vírus destruidor para ele mesmo se muitos usasem ele executa os programas em modo usuario e não administrador como no windows e no mac e sem falar que é muito chato fazer vírus para linux e demorado o linux e leve compacto e bem mais bem rapido não uma cópia como o windows e do mac a e em visual o linux da para colocar um visual igual de mac pena que os leigos não sabem disso muitos se atraem pelo mac pelo fato do seu lindo visual

Danilao

18 de janeiro de 2012 ás 21:31hs

Paulo eu queria saber na sua opiniao qual é melhor o BackTrack ou blackbutun 0.2?
e outra dono da apple nao morreu

    17 de fevereiro de 2012 ás 15:07hs

    Pessoalmente, prefiro o BackTrack, ele já esta sendo desenvolvido a muito mais tempo, logo é mais estável do que o BlackBuntu, mas nada impede que o BlackBuntu chegue no mesmo nível do BT :D.

    Abração!!!

26 de janeiro de 2012 ás 10:17hs

Olá paulo, sou muito fa de vcs e queria perguntar uma coisa, tem como instalar o linux no mac ?

    17 de fevereiro de 2012 ás 14:26hs

    Sim, você pode utilizar uma maquina virtual para isso. De uma procurada em algumas maquinas virtuais para MAC OS.

    Abração!!!

Oliveira

30 de abril de 2012 ás 20:43hs

Esta claro como voce so quer compartilhar do seu conhecimento, os precos da sua loja sao simbolicos parar quem esta comprando, no caso desse post sobre as distribuicoes linux voce deixa a opcao para download ou comprar na sua loja, ou seja, quem compra de voce eh porque quer financiar a sua atitude. Parabens e Sucesso.

gilvan

8 de novembro de 2012 ás 5:46hs

Sou novo no mh, mas parece que estou há muito, Paulo suas explicações São otimas gosto muito do mh, parabéns…

Deixe seu Comentário

Comentários Recentes

  • Paulo Tacio: O prazo de entrega dos Correios é de 3 a 5 ...
  • Will HyraL: Já realizei a compra, demora muito para che...
  • Paulo Tacio: Eu que agradeço sua visita, acompanhe nossa...
  • Paulo Roberto: Agradeço sua explicação foi muito útil. Se ...
  • Lucas yagami: Sim pelo fato de eu não estar na hora que o...

Galeria de Imagens

Ver mais imagens